A esperança

Fui eu quem o ensinei a sonhar.

….

..

.

Ele estava jogado em um canto do quarto. Triste e deprimido, sem forças para se levantar. Quando cheguei me encarou sem vontade de levantar o pescoço. Triste. Decepcionado.

Eu sempre consegui o que queria. Minha casa, minha família, meu trabalho, meu dinheiro, meus estudos. Inspirado em mim, ele foi convencido de que era possível.

Começou a estudar, pensando em passar no vestibular e trabalhar com o emprego do sonho. Ganhar dinheiro fazendo o que gosta, gastar dinheiro comprando o que queria.

Eu sempre tive a mulher mais bonita, inteligente, boa de cozinha e de cama. Perfeita.

Ele começou a pensar que era possível também, quem sabe viver um conto de fadas e acreditar no final feliz? E ele foi procurar.

Eu comecei a subir cada vez mais, sempre tive tudo e o céu era o limite. Motivado pela luta, perseverança e sonhos.

Ele que se levantava aos poucos e conseguiu ficar de joelhos, pedia o mínimo para ele. Uma conquista.

O final, você já conhece.

Ele estava jogado em um canto do quarto. Triste e deprimido, sem forças para se levantar. Quando cheguei me encarou sem vontade de levantar o pescoço. Triste. Decepcionado.

E pensar que fui eu quem o ensinei a sonhar.

Arquivo de 2008

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s